Um Gato muito louco…

Clique para leer en español

Eu ao pensar neste post!

Eu chamo isto de “Efeito Gastón Gaudio“…. é comum acometer admiradores de um dos mais belos ‘backhands’ de uma mão da história do Tênis. (Sarah Brasil concorda e assina em baixo!)

Por que do post hoje? O argentino Gastón Gaudio, ex-top 5 e campeão de Roland Garros 2004, faz 35 anos de vida, então, temos um post para ele, uai!

El Gato, como é chamado na Argentina, é um dos tenistas mais loucos que já se viu em quadra. Gaudio é dono das histórias mais loucas  do circuito profissional de tênis e também entra na lista de “maiores frustrações do esporte”.

Me dói fazer essa colocação, mas é verdade, fazer o quê?

Se você ainda não sabe – o que já é meio absurdo – o Gastón é um dos meus favoritos enquanto tenista. Adorava vê-lo jogar e tenho vários jogos dele no computador para rever e guardo com carinho a imagem dele com o troféu de Roland Garros.


Gaudio surgiu para o circuito como um dos grandes favoritos ao posto de número um do mundo. Membro da mais genial e talentosa geração argentina de tenistas, a ‘Legión’, Gaudio é contemporâneo de nomes como Mariano Puerta, David Nalbandian, Guillermo Coria, entre outros.

Por que não deu certo no profissional? Pera, ele deu certo, foi o segundo argentino da história a vencer um Slam e foi top 5. Entretanto, o Gastón conseguiu frear a própria carreira muitas vezes. Pessimista assumido, Gaudio tem o mental que é pior que o de Fabio Fognini, Nicolas Almagro, Thomaz Bellucci, Grigor Dimitrov e Ernests Gulbis somados e multiplicados por quatro ou cinco…

Agora você consegue imaginar, né?


Nos primórdios dos anos 2000, Gaudio era alvo do “Gaudio’s Fact” nos fóruns mundo afora. No, hoje, “Team Hewitt” há um post fixo para ele com mais de mil páginas de comentários, causos, vídeos, fotos e mais causos.  (chorando de rir só de lembrar) Detalhe: apenas  Ele, Roger Federer, Pat Rafter e John McEnroe têm posts fixos no fórum de fãs do Lleyton Hewitt e o do Gastón bomba até hoje.

Vamos ao que interessa: as bobagens que ele dizia a si mesmo em quadra.

  • “Pra mim, não teriam que me deixar entrar aqui! É uma vergonha que me deixem jogar!”
  • “Assim como antes não era um gênio, agora sou um idiota. Estou mal, muito mal, não tenho nada de confiança e o único que pode me fazer melhorar é um milagre”
  • “A vida inteira jogando tênis, e não melhorei nenhum pouco”
  • “Gastón!! Estás sofrendo contra “Youzhny, o idiota” !!” (ESSA É SENSACIONAL!)
  • Ele tomou uma advertência e aí…. “Que foi? Tá louco? Mas, que está acontecendo com você? Estás louco? Que te afetou? Não posso falar “merda” agora? Que te afetou? Estás ficando louco… você acordou mal? Hoje você levantou mal? Se está tendo um dia ruim eu te entendo, mas me diga, acordou virado hoje?” 
  • “Que vida de merda! Sou um fracasso!!!!”

O vídeo abaixo tem uma copilação dessas maluquices. E a clássica “¡¡Qué mal que la estoy pasando!!” 

Como eu disse, Gastón tinha um dos melhores backhands que eu já vi. Aqui uma copilação de grandes jogadas.

Morri com o revés no 1’07. O rally no 2’09 na final de RG e o drop HUMILHANTE (nem ele acreditou)… assiste aí! =P

Há pouco mais de um mês ele deu show nesta disputa de bola, finalizada com uma grand-willy DIVINA!

Vou postar a mesma jogada por dois ângulos

Lateral da quadra:

Visão panorâmica da jogada (a da TV):

O Gaudio é o único tenista que eu vi rasgar uma bermuda em jogo.

Também é o único que recebe ligação em chamada personalizada durante um jogo.

Em Buenos Aires esse ano, o celular do Gaudio tocava “Psy – Gangnam Style”. Toda vez que tocou, ele dançou. (ELE É DEMAIS! hahahahaha)

Definitivamente, fazia chover quando queria…

Bom, vou dar uma freada aqui, caso contrário eu vou ficar até amanhã lembrando as palhaçadas dele em quadra.

Matei saudade. Isso é o que importa.

Feliz Cumple, Gasti!

Ariane Ferreira

Anúncios